O MEDO DE DIRIGIR

Por Fernanda Zanon – Psicóloga

Muitas pessoas, homens ou mulheres, se limitam no ir e vir por um bloqueio. O medo de dirigir. Muitos possuem carteira de habilitação, mas nunca dirigiram um carro fora da autoescola.

Uma pesquisa realizada pela ABRAMET ( Associação Brasileira de Medicina de Tráfego) aponta que cerca de 2 milhões de brasileiros sofrem atualmente com problemas que os impedem de dirigir. A fobia ao volante é causada por diversos fatores que envolvem desde estresse físico e mental a traumas. No entanto, esses medos podem ser revertidos.

Também existem pessoas que dirigiram por muito tempo e, por algum acontecimento passaram a não dirigir mais, como um bloqueio. É o caso de uma paciente que dirigiu entre seus 18 anos até os 30 anos. Foi quando se deu conta que evitava dirigir em pontes e viadutos existentes nas grandes cidades. “Eu dava voltas e mais voltas para evitar esses locais que muitas vezes eram para diminuir meu percurso. Tinha que sair mais cedo de casa e muitas vezes parecia que não valia a pena ir de carro. Com o passar dos anos, a fobia de dirigir em pontes começou a piorar. Percebi isso quando me deparei não dirigindo mais em ruas movimentadas, me incomodava ficar parada em semáforos e, no final, só dirigia acompanhada de alguém. A situação estava crítica, até que um ataque de pânico ao volante me fez ficar sem dirigir por um ano. Neste meio tempo, busquei ajuda com psicoterapia, passei a cuidar da minha mente, e hoje voltei a dirigir. Ainda não estou como aquela garotinha de 18 anos, mas já me viro bem graças a este tratamento que me fez enxergar que existe solução”, comenta a paciente da psicóloga Fernanda.   

O medo de dirigir para quem o sente é muito complexo, e para todos têm características em comum, as pessoas têm receio de errar e das consequências do erro. Algumas ficam envergonhadas por ser uma atividade que muitos a fazem sem esforço e se culpam “Por que eu não consigo?”

Nesta mesma pesquisa identificou-se que 80% dessas pessoas são mulheres que veem o carro como uma arma, que tem medo de bater, receio de estar no trânsito e receber xingamentos e buzinadas.

A questão do dirigir é prática, envolve riscos sim, mas se você utiliza um outro meio de transporte ou mesmo prefere andar na carona, também envolve risco.

Então, o que te impede de dirigir?

Depender de alguém ou de transporte público te incomoda?

Algumas coisas você gostaria se fazer sozinho (a) ou sem depender que alguém esteja disponível para levá-lo ou buscá-lo.

O que te limita sentar ao volante e sair dirigindo?

Já pensou em procurar ajuda?

Muitas vezes esses medos vêm da forma que você foi ensinado ou até mesmo do reforço de um comportamento submisso. Mas dirigir não é luxo, é uma necessidade, até mesmo por uma questão de emergência, sem contar com a possibilidade de poder ir e vir onde e quando você quiser.

 

Fernanda Zanon

Psicoterapia Clínica

CRP 12/12792

(48) 99666-1330

Avenida Ganchos, 500, 1º andar – sala 4 – Ganchos do Meio

Edifício Comercial Farmácia Sodré

 

Comment

  • Andreia Edesia da Silva

    março 21, 2019

    Muito boa a sua abordagem, desejo que essas pessoas acreditem na sua capacidade, e que não se sintam constrangidas a buscar ajuda psicológica se preciso for.

    Replay

Deixe uma resposta

Você pode gostar também