Projeto de castração social acontecerá no próximo sábado, dia 12/10

Um grupo de protetores independentes de animais, que se engajam para reduzir o número de cães e gatos abandonados, realizará no próximo sábado, dia 12 de outubro, o 1º Projeto de Castração Social no município de Governador Celso Ramos. O evento conta com o apoio da Prefeitura Municipal, Secretaria de Saúde e Centro do Bem Estar Animal.    

Durante todo o dia, das 9 às 16 horas, o projeto estará sendo realizado na Praça 6 de Novembro, em Ganchos do Meio, e terá quatro ações:

1) Brechó de roupas, bijuterias e outros acessórios (todo dinheiro arrecadado será usado para castrações).
2) Banca para inscrições: quem deseja inscrever seus animais para castração, deverá comparecer no evento. Entre os requisitos necessários deve ser morador da cidade de Governador Celso Ramos e possuir renda inferior a dois salários mínimos. O dono do animal terá apenas o custo da medicação. Nesta data serão feitas as inscrições para, posteriormente, os voluntários entrarem em contato para os agendamentos.
3) Banca para doações: A cada R$ 20,00 em doação a pessoa ganha um cupom. O vencedor ganhará um brinde surpresa. O valor arrecadado será repassado para o grupo de voluntários para futuras castrações. 
4) Feira de doação: a Prefeitura levará os filhotes do canil para doação. Quem adotar um animal preencherá um termo de adoção. Todos os animais adotados terão as vacinas e a castração garantidas pela prefeitura.

Para uma das voluntárias do grupo de protetores independentes, Melissa Lima, a castração é muito importante porque o número de animais abandonados cresce a cada dia. “Há dois anos comecei a castrar principalmente gatos e gatas da vizinhança, de vizinhos. Até que as pessoas começaram a me procurar para, inclusive, pagar o valor da castração, porque elas têm dificuldade em levar o animal para uma clínica específica para castrações, fora da cidade. As pessoas querem castrar seus animais, mas não tem como levar. Por isso o grupo decidiu se unir, juntamente com a prefeitura e o centro do bem estar animal, para dar uma impulsionada nesse processo de conscientização e castração social. Devemos ter consciência. Uma gata por exemplo em uma cria são em média seis filhotinhos novos, e a amplitude disse, em pouco tempo, é absurda. Assim acontece de muitos animais ficarem abandonados porque não têm como cuidar de todos. Me preocupei em começar a movimentar o projeto justamente porque as pessoas começaram a me procurar”, conta Melissa. 

Participe, faça doações, adote um bichinho de estimação, inscreva seu cachorro ou gato para castração social. Não perca!!!

Mais informações: (48) 3039-8815/3039-8816.

 

Deixe uma resposta

Você pode gostar também